Monday, 27 August 2007

Coisas ruins que vem de você

Mercedes abaixou a cabeça quando viu sua filha, Laura, empunhando em pleno centro da cidade uma faixa que pedia mais vergonha na cara dos políticos locais. Fez questão de se esconder. Entrou no café da esquina, virou as costas e ficou olhando a passeata passar. Colocou as mãos sobre a cabeça e disse:
_ O que a Laura está pensando? A minha filha participando de passeata no centro da cidade? O que todos vão dizer de mim? Ela tem tudo o que precisa. Não lhe falta nada. Porque fazer isso? Mercedes disse em voz alta.
Até uma senhora que estava ao lado fez questão de perguntar o que ela tinha dito e Mercedes respondeu secamente:
_ Não é da sua alçada, entendeu?
_Mas, já que a senhora perguntou, vou lhe responder:
_ É a minha filha. Ela está participando daquela passeata, ali! Veja se tem cabimento uma coisa dessas?
A senhora lhe respondeu:
_ Ela não está fazendo nada demais. Deixe a menina em paz!
_ Você diz isso porque não é sua filha! Respondeu Mercedes irritada.
_O que as pessoas vão dizer da gente? Quem tem que protestar é quem mais precisa. Ela não. Veja a senhora. Carro, ela tem. Estuda no melhor colégio da cidade e que ainda eu pago uma fortuna. Roupas, tem de todas as marcas. Celular, tem do último tipo. Por que fazer esse papelão ai, na cidade! Deixe os protestos para quem mais precisa.
O celular de Mercedes dá sinal de mensagem:
_ Oi mãe..qro apresentar uns amigos! Posso levá em casa?
Mercedes liga para Laura.
_ Eu não acreditei na hora em que a vi empunhando aquela faixa de protesto contra os políticos. O que significa isso Laura. Você está participando de algum movimento político? Mercedes falou com rispidez.
Laura respondeu:
_ Mãe, relaxe, por favor. Você acha certo ver os vereadores da cidade levarem adolescentes para uma chácara e fazer orgia com elas? Respondeu Laura nervosa.
Mercedes respondeu:
_ Isso é um problema deles. Não é seu, entendeu? Eu não quero mais você participando desses atos públicos. Eu sou a sua mãe e estou lhe proibindo. E não vou falar outra vez!
_ Eu vou sim. Eu não concordo com o que você está dizendo! Além do mais, você é muito egoista. Não acha? Falou Laura já com voz de choro.
_ Você é apenas uma menina mimada. Você ainda não sabe o que é a vida. Você nem sabe as dificuldades que a vida irá lhe impor! Quem é você para dizer isso? Além do mais eu lhe dou tudo o que você quer! Disse Mercedes.
_ Agora, já que você é a dona da razão, me diga. Você acha que é capaz de mudar do mundo? Perguntou Mercedes.
_ Ninguém quer mudar o mundo, mãe. A gente está só dizendo ao mundo todo que estamos vivo e vendo as barbaridades que esses caras fazem. Respondeu Laura.
_ E mais, gostaria de saber se você, mãe, ainda é capaz de sonhar? Perguntou Laura.
_ Eu sonho, sim. Ver você bem casada, com uma profissão, com dinheiro e cheia de filhos. Esse é meu único sonho. Respondeu Mercedes.
_ Isso ainda não foi combinado. Respondeu Laura pondo as mãos sobre a cabeça.

O Brasil é o país do futuro?

Desde criança ouço que o Brasil é o país do futuro. Possui uma imensa quantidade de terras. Tem a costa para o oceano atlântico. Uma imensa quantidade de rios que servem para abastecer e irrigar as plantações. Se eu não me engano é o quarto ou quinto maior país do mundo. É um país em que as tragédias naturais não lhe bate às portas. Terremotos não o atingem, nem tornados, furacões e demais processos cataclísmicos. Todos esses pormenores credenciavam-no ao degrau mais elevado quando o futuro chegasse.
No entanto, o tempo passou, o futuro chegou e não foi capaz de absorver a Terra Brazilis. Os problemas continuam os mesmos. A má distribuição de renda persiste a quinhentos anos. A sua elite continua ignorante, preferindo gastar seus dólares em Nova Yorque e mais preocupada com a manutenção do status quo. A classe média prefere continuar comprando carro para pagar em muitos anos e tem sempre a certeza de que os problemas nacionais nunca lhe atingirão embora seja quem mais pague as contas. Sendo assim, como o país será capaz de construir o seu futuro?
O que serve de alicerce para um país construir seu futuro são as suas instituições: a família, a igreja, o Poder Executivo, o Poder Legislativo, o Poder Judiciário etc. Todas essas instituições estão em crise no Brasil. A família é uma instituição decadente. Hoje, quase cinquenta por cento delas está sendo gerenciada por mulheres apenas. As Igrejas estão mais preocupadas em fazer política e ganhar dinheiro do que cuidar da vida espiritual das pessoas. O Poder Legislativo está submerso em redes de corrupção intermináveis. É escândalo sobre escândalo. O Poder Executivo tenta demonstrar que os problemas brasileiros se resumem apenas a questões econômicas. Que basta o país crescer economicamente para acabar com seus problemas. O Poder Judiciário tenta manter o equilíbrio entre sentenças compradas por traficantes e o discurso legalista do direito.
A sociedade brasileira encontra-se de uma forma geral amparada por uma crise ética e moral que assola e ao mesmo tempo solapa a chegada do futuro. Sendo assim, como criar no país um projeto de nação e como pensar o Brasil do futuro?

Blog Archive

ASSESSORIA POLÍTICA

UM BLOG QUE VAI SERVIR DE REFERÊNCIA PARA QUEM QUER SE COLOCAR NO MUNDO DA POLÍTICA.